Notícias, reportagens, entrevistas, tutoriais, downloads e curiosidades sobre o universo M.U.G.E.N. e Ikemen

Magno César, um apaixonado pelo estilo POT’s

Apaixonado pelo estilo POTS, ele conta com o olhar crítico de sua esposa para ajudar nas edições.

1 202

Dentre os estilos de chars, um dos mais populares são os POTS. Este estilo consiste em uma mescla de mecânicas e estilo de gameplay vistos nos jogos Capcom vs. SNKKOFStreet Fighter Alpha 3 e Street Fighter 3. O nome é uma abreviação do seu criador, Phantom of the Server, um famoso Maker que se retirou do cenário Mugen.

Os estilos de chars no Mugen

Mesmo fora do cenário, seu estilo influenciou outros criadores e criou uma legião de fãs. Foi apostando nisso que Magno César, de 33 anos e morador do Rio de Janeiro, começou as suas edições. Mas, apesar de fazer edições a menos de 1 anos atrás, ele já possui algumas conversões de qualidade.

Eu já editei o Haohmaru, Rasetsumaru e Earthquake (Samurai Shodown), Capitão Commando, Mulher Maravilha, Ciclope, Ermac (Mortal Kombat), Doom, e agora Tigre Negro e a Jill Valentine (Resident Evil).

Magno César Editor de Chars

 

E a história com os games de luta começaram com o jogo Mortal Kombat 1. “Eu nem sabia jogar e ficava apertando os botões. Então, a dona das máquinas do estabelecimento, que também era uma sorveteria, colocou um crédito para mim. Em vez de escolher o Sub-Zero, Scorpion ou o Raiden, como normalmente escolhem, eu fiquei nervoso e escolhi a Sonya. Resultado: Perdi no primeiro round”, diverte-se.

O primeiro contato com o Mugen

Em 2009 Magno César conheceu o Mugen. E foi por acaso, nas saudosas LAN houses de São Gonçalo, bairro que reside.

As LAN Houses foram estabelecimentos comercial semelhantes aos cibercafés, onde os usuários pagavam para utilizar um PC com acesso à Internet e a uma rede local, com o principal fim de acesso à informação rápida pela rede e entretenimento através dos jogos em rede ou online. Elas foram lançadas no Brasil no final dos anos 90 e tornaram-se populares a partir dos anos 2000.

“Eu estava lá de boas esperando para jogar meu CS (Counter Strike) e MU Online, quando um cara colocou um vídeo do Shao Kanh (Mortal Kombat) contra o Bison (Street Fighter). Então eu pensei: Ué, como assim? E que parada e essa?”

Logo veio um misto de surpresa e entusiasmo com o vídeo: “Eu acho que nem o cara que estava vendo o vídeo sabia o que estava acontecendo, kkkkkk”.

As primeiras edições

A paixão de Magno tinha nome: Capcom Versus SNK 2: “Eu tinha um console Dreamcast , então eu comprei CVS2. Aqueles desenhos dos personagens me encantou de uma tal forma que fiquei totalmente admirado. Eu amava esse jogo. Então, anos depois, quando resolvi fazer meu primeiro Mugen, eu comecei a baixar de trocentos chars”.

Então quando eu baixei os chars do Infinity e do Akira Racing. Então pensei: Tudo que eu gosto são os chars com as sprites de CVS e, mais ou menos, com um estilo de MVC. Também tinham aqueles Hitsparks aquele Helpers de brilho do especial. Mano, foi amor a primeira vista.

Magno afirma que a intenção de criar algo no Mugen foi para jogar com seus primos. Mas encontrou muitas dificuldades no processo. “Perguntei a eles qual char eu deveria fazer. Então responderam o Tigre Negro. Mas eu não sabia editar nada em POTS, e foi assim que surgiu minha paixão. Eu queria fazer o melhor char possível para o meus primos”.

A antiga compilação perdido por Magno.

“E hoje ate você encontra algumas pessoas para ensinar, mas até pouco tempo atrás não tinha ninguém para ensinar nada. Então eu aprendi tudo praticamente sozinho. Eu olhava como funcionava cada golpe do personagem, como ele se movimenta e se comporta. Então eu ia tentando fazer igual”.

Um acontecimento terrível abalou as suas criações: “a 1 ano atrás, mais ou menos, eu tinha um Mugen praticamente pronto. Era uma compilação, pois eu ainda não editava. Então a minha esposa, ao mexer no meu PC, acabou colocando um vírus, sem querer, é claro.

Mas infelizmente apagou tudo que eu tinha desde 2009. Então eu desisti de tudo e não queria nem mais saber de Mugen. Ah, mas sabe aquilo me fazia muita falta”, confessa.

A esposa se tornou uma parceira

Foi nesta hora que entrou em cena a sua maior incentivadora: a sua esposa Thays Johelen.

Como eu disse anteriormente, eu tinha perdido todos meus arquivos e não queria nem olhar mais para Mugen. Mas a minha esposa ela que pediu para eu voltar a editar. Ela me apoia em tudo que eu jogo, senta do meu lado e fica vendo até eu zerar...

Com sua esposa ao lado, Magno conseguiu boas opiniões que ajudaram muita nas suas edições. Ele diz que a esposa é bem crítica neste sentido. “Ela diz assim: você poderia deixar esse especial assim e assado. Então eu falo que não dá e ela fala que dá sim. E no final eu sempre consigo”. E essa parceria tem tudo para dar certo!
Magno e sua esposa Thays. Foto: Arquivo pessoal.

Amigos que o Mugen proporcionou

É muito comum no cenário Mugen haver algumas brigas e desavenças. Apesar que a maioria dos criadores não alimentarem rivalidades. Mas com ele foi totalmente inverso. Começar a editar proporcionou fazer grandes amizades.

“certa vez a minha TV ficou ruim eu comentei no grupo que se alguém pudesse me ajudar de alguma forma. Imediatamente o Alexandre Alfano , sem me conhecer pessoalmente, lá de São Paulo…o cara me comprou um monitor novinho pelo Mercado Livre. Ele já estava no me coração não só pelo monitor, mas sim porque ele já curtia todos os meus posts e tal… agora então… É como ele diz: selookkkooooo”.
Magno não esquece outros grande amigos que também quiseram ajudar, como o Jeffrey, o Gustavo Santos, o Jasiel do México, e em especial, o Ramon Garcia, que é o meu grande incentivador.
“Se eu tivesse que agradecer, seria em primeiro lugar Deus e em segundo, Alexandre Alfano. Depois a todos os outros amigos”.
Sobre as brigas, ele é enfático em dizer que isso o entristece: “eu realmente queria e mesmo que esse guerra entre o Gui Santos e o Ian Miguel terminasse e eles virassem verdadeiros amigos, porque os dois são muito importantes para o Mugen”
Dragon Ball Super v1 – Crossover (Screenpack) do Caioken

Você consegue eleger um char e um screenpack favorito?

O screenpack é do Caoioken. Já o char, o meu favorito é o Goku. Mas eu queria ver mais animes como Berserk, Bleach, Hunter x Hunter, Kimetsu no Yaiba.

Imagina os personagens como o Guts, Griffith e o Nosferato, em estilo CVS. Eu amo Berserk. Se eu soubesse desenhar, transformaria esses personagens e estilo CVS”.

Canais

YouTube

Facebook

Suas edições: Captain Commando, Divinie Jill, Spider Scarlate e Ciclope.

Você pode gostar também
  1. […] própria Screenpack. Sobre chars, eu tenho dois que eu curto demais: O Rain CVS POTS ,do meu amigo Magno César. E o Blaze Agent, do […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.