Notícias, reportagens, entrevistas, tutoriais, downloads e curiosidades sobre o universo M.U.G.E.N. e Ikemen

Duracelleurs: “O objetivo é ter um jogo ou compilação equilibrado”

O maker francês, presente desde os primórdios do Mugen, fala das suas criações que tornaram-se referência em jogos equilibrados.

0 143

Todo fã dos jogos de luta em 2D, já jogou ou, ao menos, conhece a franquia The King Of Fighters (KOF) da SNK. Com as múltiplas possibilidades do Mugen/Ikemen, criar o seu próprio jogo e também seu personagem no estilo KOF, tornou-se possível. E talvez a franquia seja a mais reproduzida para as engines.

Então surge o desafio: Como criar um jogo bonito, desafiante e equilibrado?
A resposta é The King Of Fighters Anthology (KOFA). O game feito no Mugen consegue conciliar todas estas características, além de ser divertido. E o responsável por esta obra de arte é conhecido como Duracelleur’s.

Dura Celleur é um francês de 40 anos, trabalha como gerente de TI e designer gráfico em Paris. Em meio as suas tarefas pessoais e suas criações que nunca param, ele encontrou um tempo para bater um papo aqui no site.

E como surgiu o projeto Anthology?

Eu era um editor de personagens da Marvel Vs no início de 2010. Aconselhado pelo Sr. Infinite (um dos melhores codificadores da comunidade), ele me deu todas as chaves para editar personagens. Eu fiz muitas edições de ToSix no início. Mas acabei por me tornar viciado em personagens de estilo KOF Sprited

Duracelleur’s Mugen Maker

Duracelleur’s afirma que o projeto surgiu com o intuito de usar o modelo ToSix para editar todos os caracteres KOF que pudesse encontrar: “O objetivo é ter um jogo / compilação equilibrado”.

ToSix foi um projeto em que Duracelleur’s converteu, no cmd e cns, de uma variedade de personagens, que inicialmente usavam4 botões de várias séries de jogos, principalmente de origens de jogos SNK, para que eles jogassem em um estilo de 6 botões, semelhante ao CPS2 Marvel Vs Series Capcom, adicionando-os superjump e combinações de combinações mais rápidas.

Lembranças remotas com games o primeiro contato com o Mugen

Em suas lembranças nostálgicas com videogames, Duracelleur’s relembra os primeiros consoles que teve acesso: “Era Master System, com Alex Kidd, SNES, com Street Fighter II, Mega Drive, com Streets of Rage. Mas foram poucos videogames até meus 20 anos”.

Depois desta primeira fase, ele teve acesso a quase todos os vídeos games, do Dreamcast ao PS3. E também muitos jogos retro emulados. “Mas hoje fiz uma pausa com os videojogos recentes”, confessa.

O primeiro contato com o Mugen surgiu com a primeira versão, o DOS builds nos anos 2000, com seu modesto computador, um clássico AMD Duron 800 + 128mb RAM no Windows 98.

“Eu sou um dinossauro da comunidade, como O Ilusionista. Fiz meus primeiros movimentos com a criação de screenpacks”.

“A emulação CPS2 e Neo Geo estavam no topo, podíamos testar jogos de arcade que nunca imaginamos ter em nossas mãos, e sonhamos também com a emulação CPS3 (impossível neste momento)”

O maker também lembra, com orgulho, que o famoso jornal francês Le Monde, e um dos maiores do mundo, fez um rápido artigo sobre o MUGEN: “Acho que foi a única vez que vi um grande jornal falando sobre a Elecbyte, na França. E neste ano comecei um primeiro site pessoal chamado D.iN.SV com alguns dos meus produtos, links e designs”.

As primeiras criações

No começo, Duracelleur’s confessa que não consegui entender a codificação do Mugen. Mas hoje se diz acostumado.

“Eu fiz dois screenpacks brincando com o Photoshop 5, que foi uma revolução para mim também. O meu primeiro trabalho, DURACELLEUR’s BATTLEfoi apenas um teste pessoal. Só para constar, eu compartilhei com alguém que compartilhou com alguém, e por ai vai. Depois, finalmente, fui lançado em certos sites como o Mugen-fr, Mugen Planet, Italian Mugen Project, porém nenhum deles existem mais”.

Last Samurai Battle

Já no segundo screenpack, Duracelleur’s quis colocar o máximo de personagens na tela de seleção, algo por volta de 510 slots. “Eu queria fazer algo diferente do que podíamos ver neste momento. Eu usei algumas artes do mangá SVC Chaos”.

No mesmo ano ele lança um projeto mais completo chamado Last Samurai Battle, que eram personagens do jogo Samurai Spirits vs Last Blade). Está compilação, de certa forma, o tornou famoso no cenário do Mugen.

“No mês passado, alguém me perguntou se eu tinha um link para ele e finalmente encontrei um site francês  que o hospeda. Trabalhei em uma versão 2, mas nunca terminei. Os arquivos foram salvos em um DVD-R, eles servirão para uma versão futura ,ou não”.

O processo criativo

Eu pergunto como é o seu processo criativo.

Eu me isolo de tudo. Fico trabalhando até tarde da noite. Eu coloco uma boa música e trabalho perfeitamente. A edição de alguns personagens pode levar de 2 a 3 horas. Alguns outros, de 1 a 2 meses. Eu gosto de criar um personagem do zero

Após o KOF Antology, Dura lançou o screenpack “Mugen Multiverse”. Que basicamente é “Tudo versus tudo, disponível para todos”, como ele mesmo simplifica.

“Mas é muito demorado. Eu carreguei um vídeo de apresentação da minha compilação pessoal. Vi alguns caras no YouTube que criaram sua própria compilação com ele também. Hyped”.

Hyped é quando alguma coisa está muito na moda, popular, ou “dando o que falar”

As rivalidades no cenário e o Mugen 3D

Alheio aos acontecimentos dentro da comunidade do Mugen na internet, Duraceller’s afirma: “Não sou tão ativo na comunidade (e nunca fui). Eu estou checando todos os dias o fórum do Mugen Fighter Guild, que é moderado por caras muito espertos, eu gosto de ir lá. O Mugen Archive também é útil para encontrar algumas coisas legais”

Sobre os lançamentos de personagens no estilo 3D, ele é sucinto:

Eu sou um amante de pixel, não em 3D.

Inspirações e próximos projetos

Sobre as suas referências, Duraceller’s cita MrInfinite e RaceAkira (ótimos programadores), Z2Team (melhor projeto artístico Mugen), AnimugenZ (ótimo editor de KOF Style), OrochiDarkKyo (ótimo retratista), NinjaRickyNAP Yajirushi. Tem também o Thedge que faz ótimos sprites.

 

Entre os brasileiros, ele cita WouJonathan Silveira(os melhores KOF spriters lá fora), O Illusionista e ZVitor (sempre).

E uma grande novidade para os fãs do seu trabalho é que ele está trabalhando para converter seus projetos para o Ikemen Go.

“Está 90% pronto. Ainda há muitas edições de personagens a fazer. Tenho 2 outros projetos Ikemen prontos (Waku Galaxy e uma versão leve do KOFA)”

Aliás, ele está muito empolgado com o Ikemen. “O verdadeiro futuro de Mugen está aqui. Ainda é beta, mas já em outro nível”.


Contatos

Facebook

YouTube

Site

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.